Fio a Prumo  Cães que ladram também mordem

Fio a Prumo <> Cães que ladram também mordem

29 de Janeiro, 2020 Não Por Redacção

É dito antigo que os que ladram não ferram o dente.

Não sei se assim será.

Tudo depende das circunstâncias e não do dito.

Ladrar ou até mesmo “só” rosnar não é condição para não morder.

Morder é o acto maior da vida de cão.

É a sua expressão mais canina e marcante.

Lulus, caniches, de caça, ou os respeitáveis de guarda, passando pelos pastores e acabando nos “renegados” , “desprezados”, ou pior ainda, “abandonados”, todos aspiram á dentadinha.

E o momento sublime chega sempre.

Muitas vezes quando o “dono”, ou como se diz mais modernamente o “pai” (um cão faz parte da “família, proclamam alguns, muitos, por aí) se descuida.

Ou quando, á falta de melhor um qualquer desconhecido cai em desventura para o “mundo canino”.

Aí, não é só um a afiar a dentuça na nalga humana, vem a “malta” que houver disponível para a função, que o momento é de exaltação para a espécie…

É a hora.

Livrai nos Senhor dos que ladram, porque também mordem…

…e muito!