Gabinete Técnico Florestal Intermunicipal com posto de atendimento em Salvaterra de Magos

Gabinete Técnico Florestal Intermunicipal com posto de atendimento em Salvaterra de Magos

12 de Fevereiro, 2020 Não Por Redacção

A Câmara Municipal de Salvaterra de Magos passou a garantir atendimento do Gabinete Técnico Florestal Intermunicipal (GTFI), de modo a que os cidadãos possam obter informações e esclarecimentos acerca da aplicação do Regime Jurídico das Acções de Arborização e Rearborização (plantação de espécies florestais), do Sistema de Defesa da Floresta contra Incêndios, designadamente assuntos relacionados com as faixas de gestão de combustível, queimas e queimadas, condicionalismos à edificação, entre outros.

O atendimento que decorre às primeiras e terceiras terças-feiras de cada mês, no período da manhã (das 9.30 às 12 horas), no Edifício dos Paços do Concelho, está inserido na ampliação da rede de serviços públicos que o Município de Salvaterra de Magos tem vindo a disponibilizar aos cidadãos.

O Presidente da Câmara Municipal de Salvaterra de Magos, Hélder Manuel Esménio explica que este serviço vem “no seguimento do esforço que temos desenvolvido de ampliação da rede de serviços públicos de proximidade aos nossos concidadãos iniciado pelo alargamento das delegações da Câmara Municipal em Glória do Ribatejo, Muge e Foros de Salvaterra, que somam a Marinhais; a criação de espaços do cidadão em Salvaterra de Magos, Marinhais e Glória do Ribatejo; a assunção de postos dos CTT em Marinhais, Muge e apoio ao do Granho; bem como os consultórios médicos municipais no Granho e em Muge e os protocolos que temos com a DECO e com a APAV“.

A estes serviços juntam-se também os pólos da Biblioteca Municipal de Salvaterra de Magos que este executivo da Câmara Municipal instalou no Mercado de Cultura de Marinhais e que irá sediar, ainda no primeiro semestre deste ano, no Espaço Jackson na Glória do Ribatejo. Vamos continuar a garantir os serviços de proximidade para ajudar a nossa população e a evitar a desertificação do território“, acrescentou Hélder Manuel Esménio.