Agência Portuguesa do Ambiente desmente morte de peixes provocada pelo corte do Rio Sorraia em Samora Correia

16 Julho 2019, 14:06 Não Por João Dinis

A Agência Portuguesa do Ambiente (APA), emitiu esta terça-feira, 16 de Julho, um comunicado, enviado à Agência Lusa, que desmente a morte de peixes supostamente provocada pelo corte do Rio Sorraia, entre Samora Correia e o Porto Alto, colocada a circular, sobretudo nas redes sociais, e que gerou uma onda de protestos.

De acordo com a APA, o ‘açude em terra construído no rio Sorraia, no concelho de Benavente, é provisório e visa reduzir a salinidade da água para rega’.

A APA terá mesmo realizado um percurso num barco de um pescador local, que confirmou a inexistência de peixes mortos, tanto a montante como a jusante, garantindo que caso se venha a verificar a morte de peixes, o açude será removido de imediato.

Este comunicado da APA, vem confirmar a notícia ontem publicada pelo Notícias do Sorraia, em que o Presidente da Câmara Municipal de Benavente salientou que este corte estava autorizado até ao final de Agosto, pela APA, e que não o conhecimento e respostas que tinha obtido por parte das entidades competentes é que os riscos ambientais provocados pela situação seriam mínimos.

Fotografia: Luis Vaz