Centena e meia de alunos em ajuntamento na Escola Secundária de Benavente em actividade que desrespeitou acordo com a Direcção (Com Fotos e Vídeo)

Centena e meia de alunos em ajuntamento na Escola Secundária de Benavente em actividade que desrespeitou acordo com a Direcção (Com Fotos e Vídeo)

9 Novembro 2020, 15:52 Não Por João Dinis

Cerca de centena e meia de alunos da Escola Secundária de Benavente realizaram na passada semana uma actividade, integrada nas eleições para a Associação de Estudantes que não cumpriu o distanciamento físico aconselhado e regulamento, em torno da pandemia da Covid-19, naquela que foi eleita como a “escola modelo” pelo Primeiro-ministro e Ministro da Educação, que a 14 de Setembro, ali marcaram presença a dar o arranque simbólico das actividades lectivas.

Ainda que por breves momentos, pois de acordo com o Professor Mário Santos, Director do Agrupamento de Escolas de Benavente, “a campanha eleitoral”, “presencialmente, apenas poderia acontecer nos intervalos das aulas, ser participada pelos alunos da Escola onde decorria e serem cumpridas as regras de segurança em vigor na Escola”, diversas turmas se juntaram no espaço exterior da escola, onde, e conforme se pode constactar nas imagens a que o Notícias do Sorraia teve acesso, existiu um desrespeito pelas regras definidas pelo estabelecimento de ensino em torno da realização das actividades lectivas.

De acordo com relatos de encarregados de educação de alguns alunos ao Notícias do Sorraia, a autorização para a realização desta actividade fez com que “os alunos não cumprissem o distanciamento físico”, facto que estes consideram que não deveria ter sido permitido, uma vez que “quase nenhuma das medidas de segurança impostas pelo Ministério da Saúde foi cumprida…”, colocando assim em risco a saúde dos alunos, bem como o plano de contingência do estabelecimento de ensino.

Mário Santos, refere-nos que esta actividade havia sido devidamente programada com as listas que se apresentaram a sufrágio, sendo que ficou definido que as actividades iriam ter o mínimo de contactos presenciais, e que ainda assim todas iriam ocorrer nos espaços exteriores, e apenas nos intervalos, tentando assim que os tempos de contacto entre os alunos fossem mínimos.

Após ter recebido alertas por parte da Câmara Municipal de Benavente de que as actividades estariam a promover os ajuntamentos entre os alunos, “reuni com os representantes das listas para que se fossem encontradas soluções entre todos a fim de manter as regras acordadas”, refere-nos o Director, que acrescenta que “todos entenderam a gravidade em não serem cumpridas as regras em todos os momentos”, “ficou acordado que a campanha, em moldes presenciais terminaria no momento em que não fosse possível esse compromisso”, salienta.

O Director refere ainda que pode presenciar alguns momentos das actividades e que tudo lhe pareceu funcionar na perfeição, aceitando no entanto que “até pelos relatos e evidências, que em alguns momentos a totalidade das regras de segurança não foram cumpridas e como tal, enquanto Diretor devo assumir a responsabilidade da situação”.

De acordo com o Director do Agrupamento de Escolas de Benavente (AEB), desde o início do ano lectivo, este teve apenas 4 casos de alunos positivos à Covid-19, “cuja proveniência é exterior ao AEB”, refere-nos esclarecendo ainda que “estes alunos não têm relação entre si, enquanto contágio. Os colegas das turmas dos mesmos, assim como os professores, não revelaram ser positivos ao mesmo vírus, o que nos garante que até ao momento as regras impostas na Escola têm sido eficazes em estancar a transmissão.”