Combate à praga de jacintos de água concentra-se agora na Aldeia do Peixe

3 Fevereiro 2020, 19:53 Não Por João Dinis

O combate e limpeza da praga de jacintos de água no rio Sorraia continua, e concluídas que estão nesta fase as limpezas dos atravessamentos do rio, nas pontes e pontões, onde o peso e a força dos aglomerados de jacintos de água poderia colocar em risco a segurança dos mesmos, o combate da praga aquática irá agora realizar-se nas zonas onde ainda existe alguma concentração de plantas, nomeadamente na Aldeia do Peixe, no concelho de Benavente.

Questionado pelo vereador Ricardo Oliveira (PSD), sobre o ponto de situação em que se encontrava a limpeza do rio, o Presidente da Câmara Municipal de Benavente, Carlos Coutinho (CDU), salientou que a situação no rio Sorraia é agora bastante mais animadora, do que aquela que foi detectada últimos meses do ano, ainda que existam algumas bolsas onde os jacintos se vão aglomerando, também fruto do seu rápido desenvolvimento, onde estão agora a ser realizados os maiores esforços de limpeza.

Carlos Coutinho defendeu ainda que paralelamente à limpeza da praga de jacintos, terá que existir simultaneamente uma limpeza da vegetação das margens do rio, de modo a que os jacintos possam seguir pelo curso da água, chegando ao mar, onde se dissolvem.

De momento a Agência Portuguesa do Ambiente, em parceria com os municípios de Benavente, Coruche e Mora efectuam a monitorização do rio Sorraia, mantendo no terreno as máquinas de limpeza nas zonas onde vão existindo maiores concentrações da planta invasora.