Cortejo ‘Da Terra à Mesa’ recordou mais de um século de tradição coruchense (Com Fotos)

Cortejo ‘Da Terra à Mesa’ recordou mais de um século de tradição coruchense (Com Fotos)

17 Agosto 2019, 15:11 Não Por João Dinis

As ruas do Centro Histórico da Vila de Coruche, receberam este sábado, 17 de Agosto, feriado municipal, o tradicional Cortejo Histórico e Etnográfico, no dia Maior das Festas em Honra de Nossa Senhora do Castelo.

Várias recriações dos trabalhos do campo, do magnífico Vale do Sorraia, que nos trazem as iguarias gastronómicas bastante características e apreciadas na região, fizeram parte dos carros alegóricos que desfilaram perante milhares de visitantes, que por esta altura marcam presença em Coruche.

Com mais de vinte quadros representados, sobretudo através das colectividades do concelho de Coruche, os temas apresentados estavam envolvidos no tema, com cada freguesia e colectividade a apresentar o melhor da sua terra.

Do Couço veio a Oliveira, pinheiro e tradição gastronómica, da Lamarosa, a vinha e o vinho, do Biscaínho, o rio e a terra, da Erra, o sagrado e o profano, da Fajarda, os avios para a mesa, da Branca a horta florida e a mesa farta, de Santana do Mato as estações do ano com as terra do montado entre o forno e a chaminé, de Coruche a doçaria e o tributo às tradições antigas.

Houve também lugar para as tradicionais apresentações das casas agrícolas, com os seus campinos e maneio de gado, para a homenagem aos trinta anos das jornadas de gastronomia de Coruche e para a apresentação da Sociedade de Instrução Coruchense, que durante todo o cortejo executou diversos pasodobles.