Dois militares da GNR de Coruche colocados de quarentena por terem estado em contacto com mulher infectada

Dois militares da GNR de Coruche colocados de quarentena por terem estado em contacto com mulher infectada

10 Março 2020, 12:45 Não Por João Dinis

Dois militares do posto territorial da Guarda Nacional Republicada de Coruche, vão estar sobre “vigilância activa” (quarentena), por um período de catorze dias, depois de terem estado em contacto com a mulher, que esta segunda-feira, 9 de Março, foi confirmada como o quarto caso positivo ao Covid-19, da arrozeira Dacsa-Atlantic, de Coruche.

Os dois guardas contactaram com a mulher de 40 anos, no passado fim-de-semana, quando esta não tinha ainda a confirmação que seria um caso positivo de Coronavírus.

Os dois homens vão agora ficar na sua habitação, aguardando o período de catorze dias, espaço temporal em que se pode manifestar a doença, por indicação do Delegado de Saúde de Coruche, em articulação com o Comando Territorial de Guarda Nacional Republicana de Santarém.

De acordo com o que o Notícias do Sorraia apurou, que os militares ficarão num regime de “vigilância activa”, sendo todos os dias contactados pelas entidades de saúde de Coruche, de modo a efectuarem um registo do seu estado de saúde.
Caso algum dos militares apresente algum dos sintomas do Covid-19, será prontamente avaliado numa das unidades hospitalares preparadas para o efeito.