Fio a Prumo <> Eu tenho um humano

4 Fevereiro 2020, 12:53 Não Por Redacção

Sou um Basset-Hound…

Orelhas de meio metro.

Castanho, com algumas malhas branco sujo.

Ar de melancolia, misturado com ar de gajo chateado.

Baixo de pata, andar cadenciado e curto.

Uso uma trela de esticar e encolher para o levar.

Sim. Levá-lo a passear todas as tardes.

Recomendaram que fizesse com ele 3 quilómetros diários.

Faz-lhe bem. Apanha ar puro e estica as pernas.

E faz umas mijas encostado aos muros, em sítios certos, sempre…

É do género masculino.

As “gajas” são mais chatas e quando andam “aluadas” puxam a trela até esticar.

Querem-se ir a “eles”, aos “gajos” que os meus congéneres caninos, passeiam atrelados.

Somos muitos, de variadas raças, que temos os nossos humanos.

É moda nova e muito praticada.

Não são muito baratos, os puros.

Já os “rafeiros”, porque também os há em humanos, conseguem-se praticamente de borla.

Comem é muito, sacanas. Só em carne é um gastadoiro. E vinho, e refrigerantes.

Na vestimenta é que ficam mais em conta.

São “atronganádos “, vestem mal, roupinhas de saldo.

E tem uma coisa boa, não cagam à cão. Fazem-no só em “WC”.

Vida boa esta, a de cão, que tem um humano.