Fio a Prumo – Não matem a franga dos ovos de prata

8 Novembro 2019, 12:00 Não Por Redacção

É uma franguinha ainda.

Tem 3 anitos (em idade/galinha).

Crista vermelhinha a indicar saúde.

Já põe. Ovinhos de prata.

É uma futura rainha do galinheiro, que chegará aos ovos d’oiro.

E quando isso acontecer, vai ser considerada daa melhores aquisições.

É uma esperança que eu cá tenho.

No bando existem outras frangas e também já galinhas velhas. Umas com algum potencial, outras nem por isso, já só comem e não põem.

Das “velhotas” uma dá pelo nome de “jornadas de comes e bebes”, a outa apodaram de “a barraquinha do livro”.

Que não se mate a franguinha dos ovos de prata.

Abatam-se, para poupar comida e outros gastos de manutenção, as tais “supra citadas” que já não valem nem para viveiro de piolhos.

Cuidem dos ventos e do bom tempo para que para o ano o grande espetáculo seja recuperado e relançado.
Queremos “ovos de prata” pelos céus de Coruche. Queremos que quem vem para ver, veja mesmo, sem “enganos”.

Recomenda-se um apelo ao Bartolomeu de Gusmão que estará certamente em boa posição nos céus, que interceda junto ao Criador para que desacelere ventos e limpe nuvens pró ano quando por cá andarem, em Festival, os “do ar quente”

Entretenham-se com as galinhas feitas e que estão a pôr ovos quase de oiro para que não as surpreenda nenhuma coccidiose, que as leve desta p´ra melhor.

E já agora, se o povo gosta, dêem-lhe uma dose de “cultura brejeira” e contratem mais humoristas de meia tijela daqueles que em duas dizem três vezes o tal vernáculo de fazer “corar” qualquer galinha que se prese.

Fogo aos queimadores!

 Balonismo 2020.

 Cá te esperamos.