Fio a Prumo  Uma coisa nunca vista?

Fio a Prumo <> Uma coisa nunca vista?

19 Dezembro 2019, 11:10 Não Por Redacção

Chove forte.

O vento assobia e empurra forte.

O mar enfurece-se e as ondas são enormes.

A água da chuva entope ou/e inunda o que não deve.

O vento derruba o que calha, árvores, estruturas mal paridas ou caducas…

Os curiosos da telefoto ficam molhados e no limite são arrastados para o mar.

Os meteorologistas de serviço servem avisos às cores.

Os soldados da paz esforçam-se para salvar.

Os chefes da nóvel protecção civil empapoilam-se e deixam-se televisionar, perorando.

Da governação também aproveitam e mostram-se e mostram conhecimentos, muitos.

O povo, atavicamente  molhado pelas chuvas  e assolado pelos ventos cumpre mais um INVERNO.

Calendariza-se e dão-se nomes às “intempéries”.

Elsas, Antónias, Zeferinos, Manelinhos, Joãozinhos e Joanas…

E no fim, mesmo lá no fim,

Quem não viu já uma coisa assim?