GNR de Coruche apreende 28 900 mil euros em notas falsas e 34 mil euros em pinhas

GNR de Coruche apreende 28 900 mil euros em notas falsas e 34 mil euros em pinhas

8 Fevereiro 2020, 12:31 Não Por João Dinis

A Guarda Nacional Republicana (GNR), através do Posto Territorial de Coruche, recuperou no passado dia 6 de Fevereiro, um total de 29 mil euros em notas falsas e 34 mil euros em pinhas, na sequência de uma operação policial levada a cabo por esta força de segurança.

De acordo com fonte da GNR “após uma série de diligências policiais levadas a cabo na sequência de diversas ocorrências de furto de pinhas, foi possível localizar e apreender uma viatura que ser suspeita ter sido utilizada nos furtos, bem como apreender 3300 quilos de pinhões que já se encontravam em 72 sacas, com um valor aproximado de 34 mil euros.”

Durante a operação a GNR encontrou ainda no veículo apreendido, “28 900 Euros falsos, nomeadamente 39 notas de 500€ e 47 notas de 200€, todas contrafeitas, que se presume estarem relacionadas com crimes de roubo e com um esquema de burla conhecido por “Dólares Negros”.”

O método de burla através dos “dólares negros”, consiste em convencer as vítimas da possibilidade de multiplicar dinheiro de forma fácil, através de um reagente químico que apenas necessita estar em contacto com uma nota verdadeira. Os burlões efectuam uma demonstração de como é possível, através de uma nota de 50 euros verdadeira, produzir outras, apenas utilizando uma solução química, ou seja, colocam a nota verdadeira sobre um papel negro, papel este que se trata também de uma nota verdadeira impregnada com tintura de iodo, a qual em contacto com o líquido, se transformava, quase que por magia, numa nota real de 50 euros, enganando assim a vítima. A outra parte da burla é colocar essa nota num envelope, em que esta se multiplica, isto é, com uma nota de 50 euros, a vítima passaria a ter três notas desse valor.


Fotografia: Direitos Reservados / GNR