Greve dos camionistas e a crise energética. O que podemos esperar no Vale do Sorraia

9 Agosto 2019, 14:36 Não Por João Dinis

O  Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) e o Sindicato Independente dos Motoristas de Mercadorias (SIMM), agendaram para esta segunda-feira, 12 de Agosto, uma paralisação por tempo indeterminado, em contestação para com a Associação Nacional de Transportadores Públicos Rodoviários de Mercadorias (ANTRAM), que acusam de não querer cumprir o acordo assinado em Maio, após a primeira paralisação em Abril, e que iria permitir aos transportadores de matérias perigosas melhores condições salariais.

Após uma semana de conversações, parece agora certa a realização da paralisação dos condutores de transporte de matérias perigosas, nomeadamente os combustíveis, o que está a levar o país a um esvaziamento dos depósitos de combustível, havendo mesmo relatos de alguns confrontos entre os automobilistas.

Em alguns postos do país são longas as filas para abastecer, e começa mesmo já a faltar o combustível, sobretudo o gasóleo, em alguns pontos de abastecimento, sobretudo nas áreas mais populosas.

Decretada Crise Energética

O Governo português decretou esta sexta-feira o país em Crise Energética, num período compreendido entre as 23.59 horas de 9 de Agosto até às 23.59 horas de 21 de Agosto, o que permitirá, pelo menos, a garantia de abastecimento aos veículos prioritários, bombeiros, órgãos policiais e demais agentes, sobretudo da Protecção Civil, segurança e socorro.

Vale do Sorraia com três pontos de abastecimento  Rede Estratégica de Postos de Abastecimento (REPA). Intermarché de Salvaterra garante combustível aos bombeiros

No Vale do Sorraia, concelhos de Mora, Coruche, Salvaterra de Magos e Benavente, são 2 os pontos REPA, que vão permitir o abastecimento, sobretudo aos veículos prioritários.

Em Coruche o posto da GALP, na Avenida Luís de Camões é um dos Postos REPA do Vale do Sorraia, sendo que os restantes se localizam no concelho de Benavente e são os pontos da PRIO, na Estrada Nacional 10, km 108,7 ‐ Porto Alto e Fazendas Novas ‐ Estrada Nacional 118 ‐ Km 39,6.

Os concelhos de Mora e Salvaterra não foram contemplados com pontos de abastecimento prioritário.

O Intermarché de Salvaterra de Magos, anunciou que em articulação com a Câmara Municipal de Salvaterra de Magos e os Bombeiros Voluntários de Salvaterra de Magos, vão garantir combustível para as viaturas dos Bombeiros, para que estes possam garantir o socorro sempre que necessário.

Gasóleo vai tendo falhas pontuais no Vale do Sorraia

Nas últimas horas, houve uma afluência massiva aos postos de abastecimento de combustíveis, onde vai faltando algum combustível, sobretudo o gasóleo, simples e aditivado, sendo que a reposição tem sido efectuada com alguma normalidade.

Foram registadas falhas de gasóleo nos postos de abastecimento do Intermarché de Coruche, Área de Serviço Galp da A13 em Salvaterra de Magos, Prio da Glória do Ribatejo, BP Porto Alto e na Repsol de Benavente.

Falha de combustível já afecta turismo e pode afectar agricultura

A crise energética que ameaça Portugal está já a afectar o turismo da região do Vale do Sorraia, e pode afectar severamente a agricultura.

De acordo com o que o Notícias do Sorraia apurou, houve já alguns cancelamentos nas reservas das unidades hoteleiras da região, para o fim-de-semana, nomeadamente em restaurantes e alojamentos locais.

Também a agricultura, e sobretudo em plena campanha do tomate, pode ser afectada.
Agricultores confidenciaram ao NS que esta crise pode fazer com que muito tomate fique no campo e se venha a estragar.

A confirmar-se que os camiões de transporte de tomate não tenha combustível para circular e  numa região em que existem duas fábricas transformadoras, em Mora e Benavente, podem vir a existir prejuízos significativos.

Criado site para ajudar condutores a saber disponibilidade dos postos de abastecimento

Um grupo de voluntários, criou o site ‘Já não dá para abastecer’, que pode ser acedido em janaodaparaabastecer.vost.pt, e onde os automobilistas podem ficar a conhecer o ponto de situação na zona em que se encontram, bem como dar informações sobre os postos de abastecimento.