Mara Lagriminha anuncia apoio a Ana Gomes

30 Novembro 2020, 18:27 Não Por Redacção

A deputada coruchense, Mara Lagriminha, eleita pelo PS no distrito de Santarém, anunciou esta segunda-feira, 30 de Novembro, o seu apoio à candidata Ana Gomes, nas eleições presidenciais de 24 de Janeiro próximo.

Em nota a deputada refere que “como já é público, o Partido Socialista decidiu não apoiar formalmente nenhum candidato, dando pluralidade nessa escolha aos militantes”, referindo que para si “o que está em causa nas próximas presidenciais é responder ao modelo de sociedade que queremos para nós e para as gerações futuras”, salientando que “esse modelo, na minha visão deve sempre ter uma visão progressista, inclusiva, de defesa da igualdade de oportunidades para todos, na crença de que independentemente do local onde se nasça e cresça todos tem acesso aos mesmos meios para serem aquilo que desejarem ser. Uma sociedade que se assuma defensora das liberdades, mas saiba a importância que o Estado tem na promoção e defesa dos Direitos, Liberdades e Garantias e que não se demita da sua intervenção na educação pública, no Serviço Nacional de Saúde, de uma Segurança Social pública e progressiva e que se assuma como garante estabilidade da nossa República e valores humanistas e democráticos.”

Sendo eu de esquerda, socialista e republicana, não estou em condições de apoiar qualquer candidatura da área política da Direita, apesar de reconhecer aspetos positivos no mandato do atual Presidente da República, designadamente o seu contributo para a estabilização da vida política nacional e o seu papel colaborativo no combate a esta pandemia ao longo dos difíceis meses que temos passado”, refere Mara Lagriminha, que diz acreditar “que aquilo que nos devemos questionar é quem está em melhores condições de fazer face aos avanços da extrema-direita, quem no seu percurso tem o perfil para responder aos ataques de que pessoas e instituições tem sido consequentemente alvo por parte desses extremismos, quem se posiciona sem medos em relação a temas tão relevantes para a construção do nosso futuro coletivo e nos faz repensar dogmas que julgávamos serem absolutos. Quem no seu percurso de diplomacia e responsabilidades na defesa da igualdade, luta contra a xenofobia, racismo, defesa dos mais vulneráveis tem provas dadas.”

Depois de muito ponderar, entendo que não posso silenciar a minha voz e ficar apática neste processo de decisão do nosso futuro enquanto país, tendo em conta a subida da radicalização da Direita e que apesar de ter algumas reticências em relação a muitos dos candidatos da área da esquerda, aquela que representa parte dos meus valores, com as exceções de algumas tomadas de posição que foram desalinhadas com a minha forma de estar na política e ver o papel das funções de representação que trazem responsabilidades acrescidas, ainda assim entendo que a Ana Gomes, tem um pensamento de esquerda, que privilegia o modelo de sociedade em que acredito, é uma diplomata experimentada, com trabalho feito ao longo da sua vida ativa e em particular na Europa”, afirma a deputada de Coruche, que refere ainda que “votarei e apoiarei a Ana Gomes nas próximas eleições presidenciais, com a certeza e a convicção de que será uma voz na defesa da República, da Solidariedade e Igualdade de Oportunidades e sobretudo por ser a pessoa certa para combater a Extrema-direita em Portugal.”