Mora assinala 25 anos de escavações arqueológicas

Mora assinala 25 anos de escavações arqueológicas

22 Agosto 2019, 11:45 Não Por Redacção

A Vila de Mora assinala este ano 25 anos de escavações arqueológicas, com muitas descobertas ao longo destes anos, que têm permitido perceber a riqueza dos vestígios arqueológicos existentes, fruto do esforço das equipas de arqueólogos e estudantes que, ano após ano, se têm dedicado ao conhecimento do passado e à sua preservação e divulgação.

Parte destes 25 anos foram, inclusive, alvo de um trabalho científico minucioso e posteriormente incluídos na publicação “O Tempo das Pedras – Carta Arqueológica de Mora”.

Parte desse trabalho faz também parte do espólio do Museu Interactivo do Megalitismo, que cumpre a missão de fazer jus ao passado arqueológico do Concelho de Mora e à divulgação da sua história, sendo hoje um dos principais ex-libris ali existentes.

Nos últimos dias tem decorrido uma nova campanha de escavações, com uma equipa liderada pela arqueóloga Leonor Rocha e constituída por alunos do curso de História e Arqueologia da Universidade de Évora, que se têm focado em torno de um pequeno povoado localizado nas imediações da Herdade da Santa Cruz, na freguesia de Brotas.

Com uma semana e meia de actividade, os resultados tornam-se evidentes à medida que os trabalhos se desenvolvem. Dos vestígios até agora encontrados realça-se a possível existência de uma cabana, pelas fundações verificadas, as pontas de sílex, os pedaços de cerâmica, mós, percutores, entre outros. Cronologicamente falando, o pequeno povoado em questão remete para o terceiro milénio a.C., sendo que esta seria, provavelmente, uma zona utilizada para trabalhos de fundição. 

No âmbito da presente campanha, foi promovido, a 15 de Agosto, um dia aberto à escavação deste povoado, dirigida ao público em geral. A iniciativa contou com a participação de 35 curiosos e entusiastas, que em pleno terreno tiveram a oportunidade de contactar com a realidade de uma escavação arqueológica e, ao mesmo tempo, conhecer um pouco da história dos ante-passados. O dia culminou com a realização de uma Oficina de Talhe, no Museu Interactivo do Megalitismo, em Mora.

Fotografia: Direitos Reservados