País deve preparar-se para alternar períodos de contenção e alívio afirma Ministra da Saúde

País deve preparar-se para alternar períodos de contenção e alívio afirma Ministra da Saúde

18 Abril 2020, 14:23 Não Por Redacção

A ministra da Saúde alertou hoje que “erradicar a covid-19 não parece possível no curto e médio prazo” pelo que o país deve preparar-se para a possibilidade de “alternar períodos de maior contenção com fases de maior alívio”.

“Isso terá de ser feito não porque nos enganámos na estratégia ou porque erramos, mas porque essa alternância, essa adaptação constante de comportamentos poderá mesmo ser o melhor caminho possível para todos”, frisou a ministra da Saúde, Marta Temido, na conferência de imprensa diária sobre a pandemia no país.

A governante notou que, “com esforço de todos, está a ser possível trazer o número de novos casos para níveis aos quais o Serviço Nacional de Saúde [SNS] tem conseguido responder”, mas “o risco de recrudescimento mantém-se”.

Portugal regista hoje 687 mortos associados à covid-19, mais 30 do que na sexta-feira, e 19.685 infectados (mais 663), indica o boletim epidemiológico divulgado hoje pela Direcção-Geral da Saúde (DGS).

Comparando com os dados de sexta-feira, em que se registavam 657 mortos, hoje constatou-se um aumento de 4,6%.

Relativamente ao número de casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus, os dados da DGS revelam que há mais 663 casos do que na sexta-feira, representando uma subida de 3,5%.

A região Norte é a que regista o maior número de mortos (393), seguida pelo Centro (157), pela região de Lisboa e Vale Tejo (124), do Algarve (9) dos Açores (4), adianta o relatório da situação epidemiológica, com dados actualizados até às 24:00 de sexta-feira.

Com Agência Lusa