PSP apreende mais de 4 mil artigos pirotécnicos

5 Setembro 2019, 12:41 Não Por Redacção

A Polícia de Segurança Pública (PSP), levou a cabo no mês de Agosto, a operação FOCUS, na tentativa de  combater o número de sinistros na área da pirotecnia, que registaram nos últimos três anos 17 vítimas mortais, em 35 acidentes, havendo já registo este ano de 1 vítima mortal em 2019.

Com o objectivo de actuar preventivamente, a PSP, através do Departamento de Armas e Explosivos da Direcção Nacional e Comandos Regionais, Metropolitanos e Distritais, levou a cabo diversas acções de fiscalização durante o passado mês de Agosto, visando locais e eventos onde é utilizada pirotecnia, designadamente, em festas e espectáculos relacionados com as celebrações municipais e locais de santos padroeiros.

No balanço desta operação, realizado pela PSP, que efecutou 126 acções de fiscalização, destaque para a apreensão de 4.121 artigos pirotécnicos e a realização de 12 autos de notícia por contra ordenação, que vão agora seguir os trâmites legais.

A PSP congratula-se com a atitude de todos os agentes envolvidos no processo, que permitiu que no mês de Agosto não se verificasse a existência de acidentes com feridos ou mortos, relembrando que deverão ser evitados comportamentos de risco, como os verificados no dia 14 de Agosto durante os festejos em Honra de Nossa Senhora dos Milagres em Oliveira do Hospital, quando a mordoma da festa e uma menor de 16 anos iniciaram uma bateria pirotécnica porque o operador credenciado estava atrasado, são fortemente potenciadores de graves riscos para a vida de todos os presentes. 

A PSP recomenda novamente que sejam sempre cumpridas todas as normas legais previstas na utilização de artigos de pirotecnia e fogo-de-artifício, quer pelos profissionais da área, quer por particulares, respeitando as condições de transporte e armazenamento dos artigos pirotécnicos, por forma a evitar acidentes para os próprios e/ou para terceiros.

Fotografia: Direitos Reservados