Ramos-Horta em conversa encantadora em Coruche (Com Fotos)

Ramos-Horta em conversa encantadora em Coruche (Com Fotos)

14 Outubro 2019, 11:14 Não Por João Dinis

José Ramos-Horta, reconhecida personagem timorense, Prémio Nobel da Paz e ex-Presidente de Timor Leste esteve este domingo, 13 de Outubro, no último dia da Bienal de Artes Plásticas de Coruche, numa encantadora conversa sobre o seu país, passado, presente e futuro.

Durante cerca de hora e meia e perante uma vasta plateia, onde se encontravam alguns coruchenses com fortes raízes timorenses, Ramos-Horta recordou o passado de Timor, desde os tempos conturbados da libertação à actualidade, de um país em prosperidade e evolução, onde Portugal, os portugueses e o português têm uma presença fundamental e sempre recordada pelo Nobel da Paz.

Das condições económicas à cultura, Ramos-Horta abordou todos os temas, dando conta de que Timor é agora um país em verdadeira paz e onde além de ser seguro viver, será também seguro apostar em termos económicos, fruto das políticas de investimentos do país.

No final, espaço aberto a perguntas dos assistentes, onde todos puderam satisfazer as suas curiosidades, bem como tirar algumas fotografias com José Ramos-Horta, para recordar um dos momentos altos da Bienal de Coruche 2019.

Ramos-Hora foi ainda presenteado com algumas lembranças do município de Coruche, entregues pelo Presidente da Câmara Municipal de Coruche, Francisco Oliveira, que agradeceu a presença de ilustre personalidade em Coruche, no encerramento de uma Bienal dedicada às colónias portuguesas.