Startups do Turismo e Alimentação premiadas em Coruche (Reportagem)

Startups do Turismo e Alimentação premiadas em Coruche (Reportagem)

5 Dezembro 2019, 21:58 Não Por João Dinis

O Observatório do Sobreiro e da Cortiça, recebeu esta quinta-feira, as finais dos programas Turism Up e Taste Up, dois programas de apoio a empreendedores, o primeiro para negócios na área do turismo e o segundo dedicado ao turismo gastronómico e enoturismo, da responsabilidade da Territórios Criativos, em parceria com o Turismo de Portugal e a Câmara Municipal de Coruche.

A primeira parte do dia e após a sessão de abertura a cargo de Francisco Oliveira, Presidente da Câmara Municipal de Coruche, Carlos Abade do Turismo de Portugal e Teresa Preta da Terriórios Criativos, foi preenchida com dois interessantes painéis.

O primeiro foi um ‘Inspiring Talk’, que teve como oradores, o cozinheiro Chakall, Tomás Caeiro, José Silva e Nádia Sousa, que brilhantemente apresentaram os seus projectos, havendo posteriormente um espaço para questões e respostas, o que tornou bastante atractivo o debate, podendo alguns dos empreendedores, que enchiam por completo o auditório, ver desfeitas algumas das suas dúvidas e receios.

O segundo painel, ficou a cargo de Sérgio Guerreiro, Roberto Antunes e Barbara Leão, com moderação de Luís Martins, e focou-se na sustentabilidade como activo turístico na próxima década.
Todos os oradores eram ligados ao turismo, a abordaram o futuro do turismo e sobretudo a sua sustentabilidade.

A segunda parte deste evento foi inteiramente dedicada a premiar aquelas, que para o júri, eram as melhores ideias, em cada uma das duas áreas.



Nas semifinais, os empreendedores apresentaram num espaço de três minutos, os seus projectos a um conjunto de jurados, que pontuou cada uma das apresentações, passando os três melhores à final de cada uma das competições.

Após um período em que o nervosismo reinou na sala, foram conhecidas as três ‘ideias’ que passaram à grande final, em que estavam em disputa um primeiro prémio de 5.500 euros, 1000 euros para o segundo e 500 euros para o terceiro lugar.

Cada um dos três finalistas, teve ainda oportunidade de realizar uma apresentação de três minutos, ao júri da grande final, que decidiu depois ordenar a classificação final.

Na categoria Turism Up, foi vencedor o projecto Speaking Out Loud, que é uma aplicação/jogo inteiramente dedicada às Aldeias de Xisto, para que os visitantes deste turismo fiquem a conhecer melhor a região e todos os pontos de interesse.

Em segundo lugar ficou a aplicação Digital Points e em terceiro a HomeCarShare.

A categoria Taste Up, foi ganha por uma ideia inovadora, de fazer gelado à base de vinho, a que os jovens empreendedores deram o nome de Wine On Ice.

O segundo lugar da Taste Up foi para a Bananika, uma bebida madeirense feita de banana e o terceiro para a Quinta do Alecrim, um turismo de agricultura.

No final mesmo os não vencedores se encontravam bastante satisfeitos com a iniciativa, pois mesmo não saído vencedores houve oportunidade para realizar contactos, trocar ideias e experiências, no que se veio a revelar num dia cheio de oportunidades de negócio.